quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

ME AJUDA SENHOR A ESPALHAR TEU AMOR






AQUELE QUE SABE FAZER O BEM E NÃO O FAZ, COMETE PECADO.
Tg 1:17
No fim dos anos 90, eu e minha esposa, trabalhávamos no ministério de ação social da Igreja Metodista em Jardim Damasco e, compelidos pelo Senhor,  começamos a trabalhar com população de rua.
Meu carro, uma Panorama velha, virou ambulância, restaurante, e ônibus para socorrer, alimentar e conduzir os que desejassem à igreja, às suas famílias e, até mesmo para hospitais onde, invariavelmente, tinha que brigar pelo atendimento.
O que mais me intrigava, todavia, era o fato de que, não raro, ouvia reclamações de um ou outro/a morador/a de rua de que a igreja não os recebia, ou mesmo, os impedia de entrar posto que estavam, invariavelmente, sujos e fétidos.
Com o passar do tempo e, consequentemente, com o aumento da confiança, passaram a ir a minha igreja comigo. Por vezes assistiam aos cultos ainda como se encontravam, outras, bem depois, já se banhavam antes do culto, lanchavam mas, a contra gosto nosso, voltavam para as ruas.
Foi ai que conhecemos uma casa de recuperação voltada para atender, justamente, aos moradores de rua.
Esta casa ficava no Bairro de Sepetiba e lá eu vi uma coisa que, ainda hoje, me chama muita atenção, os internos da casa ficava até duas horas, no meio da tarde, ajoelhados no gramado em oração, por vezes silenciosa, outras congregacional, logo depois iniciavam um culto e, de todas as musicas que cantavam naqueles cultos que assisti várias e várias vezes, uma canção da Harpa Cristã me chamava muito a atenção.
Ontem (30/01/2013) lendo um comentário, que não será publicado neste blog pelo seu conteúdo sectário e fundamentalista, lembrei tudo isso e essa música em especial.
Quero ainda mais uma vez, hoje, ser usado para espalhar o Amor de CRISTO.
E você, que ser também CONSAGRADO AO SENHOR?


Consagrado Ao Senhor

Minha vida seja sim,
Consagrada a Ti, Senhor;
Possas sempre Tu por mim,
Operar o Teu amor.

A minh'alma lava Salvador
No Teu sangue puro, carmezim;
Minha vida toma para ser, Senhor,
Tua para sempre, sim.

Que meus pés somente vão
Onde os santos possam ir;
Numa eternal canção,
Minha voz se faça ouvir.

Seja o meu tempo já,
Consagrado em Teu labor;
Que meus lábios, Jeová,
Falem só do Teu amor.

Toma, ó Deus, o meu querer,
Faze-o Teu, ó Salvador,
Hoje habita no meu ser;
Enche-me do Teu fervor.

Ó recebe-me, Senhor,
Quando venho me prostrar
A Teus pés, ó Salvador,
Hoje vem me consagrar.


Nenhum comentário: