sexta-feira, 15 de novembro de 2013

BOM DIA!





Recebi hoje uma imagem que me arremeteu à minha infância.
Não tinhamos a liberdade da televisão que hoje se impõe às crianças mas, tinhamos rádio, quase, o dia todo.
Do principal programa da tarde eu sempre falo mas, do da manhã não me recordo de ter tocado ainda, principalmente nesse espaço que, por tratar de música, não tem muito a nos acrescentar.
O Programa do Aroldo de Andrade tinha em sua abertura um quadro de aconselhamento no qual, depois de ler a carta do ouvinte e dar uma resposta, conselho, ele dedicava a este/a ouvinte o seu "Bom Dia!"
Bons tempos em que o rádio entretinha, informava e formava.



Nenhum comentário: