segunda-feira, 1 de março de 2010

Conta as Bênçãos

"Que darei ao SENHOR por todos os seus benefícios para comigo?"(Sl. 116:12)
"Para o crente, a gratidão deve ser uma atitude da vida”. O salmista Davi sabia como louvar e agradecer ao Senhor. Em circunstancias muitas vezes intoleráveis, não se desesperou, mas "fez a escolha de levantar a sua voz em canto, celebrando o incomparável amor e a fidelidade de Deus". É bom que cada crente tome tempo para redescobrir as verdades profundas expressas pelo hinista Johnson Oatman nas quatro estrofes deste hino.

Nas primeiras duas estrofes ele desenvolve o pensamento que o contar das bênçãos serve como antídoto para os desânimos da vida, e também estimula o viver cristão vitorioso. A terceira estrofe nos ensina que o contar das bênçãos pode ser o meio de colocarmos os bens materiais em devida perspectiva quando comparados com a herança eterna que espera todo o crente nas regiões celestiais. Então,enquanto revemos as nossas bênçãos individuais, certamente temos de concordar com a quarta estrofe: a provisão do auxílio e conforto de Deus durante toda a nossa vida é uma das nossas mais ricas bênçãos.


Este hino talvez seja o mais cantado hino escrito por Johnson Oatman. Difundiu-se por todo o globo. Apareceu pela primeira vez na coletânea Songs for Young People (Cânticos para Jovens), compilado e publicado pelo compositor da melodia, Edwin Othello Excell, em 1897, Um escritor disse deste hino: "Como raio do sol, alumiou os lugares escuros da terra".


Fazendo uma reportagem sobre uma das campanhas do evangelista Gipsy Smith, o muito lido jornal The London Daily (O Diário de Londres) noticiou que este extraordinário pregador, ao anunciar o hino, disse: "No sul de Londres os homens o cantam, os rapazes o assobiam, e as mães põem os seus bebes a dormir com este hino".


Apropriadamente, o nome BLESSINGS (Bênçãos), palavra chave do hino, foi escolhido para a melodia pela comissão do Baptist Hymmnal (Hinário Batista) de 1956.


Johnson Oatman, Júnior (1856-1922) nasceu em Medforf, Estado de Nova Jersey. Como menino, gostava de se sentar ao lado do seu pai, Johnson Oatman, Sênior, na sua igreja, porque seu pai tinha uma bela e possante voz. Era conhecido como o melhor cantor do Estado! O filho ficava em pé em cima do banco, olhando o hinário junto com o pai. Certamente Johnson Junior herdou dele o amor à música e talvez, foi pensando nele que este menino mais tarde escreveria aproximadamente 200 gospel songs (cânticos à Deus) por ano, por 25 anos consecutivos, num total de mas de 5.000 textos durante sua vida, número somente superado por Fanny Crosby, e Charles Wesley.


Johnson Junior estudou na Academia Herbert em Vincentown e no Instituto Colegial Nova Jersey, em Bordentown, ambas no seu Estado natal. Aos 19 anos, uniu-se à Igreja Metodista Episcopal e, sentindo se chamado para o ministério, foi licenciado para pregar. Continuou, entretanto, como pregador local, enquanto trabalhava com seu pai no ramo mercantil e depois numa firma própria de seguros. Porém, mais tarde, Otman Júnior descobriu sua chamada real: escrever hinos. Foi sua grande contribuição à fé. Seus textos foram sempre procurados pelos compositores e publicadores mais conhecidos da sua época, como John J. Sweney, William Kirpatrick,Charles Gabriel, o próprio Excell, e outros.






Hino


Count Your Blessings


Johnson Oatman, Jr. (1856-1926)

Edwin Othello Excell (1851-1921)


1 - Se da vida as vagas

Procelosas são,

Se com desalento

Julgas tudo vão,

Conta as muitas bênçãos,

Dize as de uma vez,

Pois verás surpreso,

Quanto Deus já fez.


Coro

Conta as bênçãos, dize quantas são,

Recebidas da divina mão;

Vem dize las, todas de uma vez;

Pois verás, surpreso,

Quanto Deus já fez.


2 – Tens acaso mágoas?

Triste é teu lidar?

É a cruz pesada

Que tens de levar?

Conta as muitas bênçãos!

Logo exultarás!

E fortalecido

Tudo vencerás


3 - Quando vires outros

Cheios de ouro e bens,

Lembra que tesouros

Prometidos tens;

Nunca os bens da terra

Poderão comprar

A mansão celeste

Que vais habitar.


4 - Seja teu combate

Longo ou breve aqui,

Não te desanimes,

Deus será por ti;

Seu divino auxílio,

Corrigindo o mal,

Há de assegurar te

Galardão final.


video





3 comentários:

Jorge Mello disse...

Lindo hino!!!


O Grande "Eu sou"
(autor: José Rodrigues)
Harpa Cristã
Não perturbeis o coração,
Porque eu sempre sou fie!;
Eu fecho a boca do "leão",
Na cova estou com Daniel.

Sou eu aquele, o Grande "eu sou"
E, onde estais, também estou;
Não disse, eu, há muito já:
"pedi, pedi... dar-se-vos-á"?
Pedi com fé e com fervor
E vos darei o Consolador

Quem tem a fé de Abraão,
O mundo sempre há de vencer;
Quem quer ter firme o coração
Precisa igualmente crer

Um terremoto e vento, após
Do céu, um fogo e mui furor
Ouviu elias a minha voz,
Voz do Eterno, voz de amor

Um certo dia, estêvão viu
O céu aberto e viu-me a mim;
Apedrejado, sucumbiu,
Mas foi fiel, até o fim

Firmado em mim, rocha eternal,
Assim jamais o crente cai;
Buscai o dom celestial,
Que vem da casa de meu Pai

Jorge Mello disse...

Porém tu és santo, tu que habitas entre os louvores de Israel.
Salmos 22:3

Heleilda disse...

É verdade,bênçãos são para serem contadas e compartilhadas,para que o mundo veja Deus na nossa vida!!