quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Dia Nacional de Ações de Graças





Cantai aoSENHOR em ação de graças; cantai louvores ao nosso Deus sobre a harpa. Sl 147:7


A idéia de transformar o "Dia de Ação deGraças" em acontecimento universal nasceu de um brasileiro, Joaquim Nabuco, quando Embaixador do Brasil em Washington.
Em 1909, na Catedral de São Patrício, ao final da primeira Missa Pan-Americana, que celebrava o "Dia de Ação de Graças", o Embaixador brasileiro formulou publicamente o seguinte voto: "Eu quisera que toda a humanidade se unisse, no mesmo dia, para um agradecimento universal a Deus".
O diplomata brasileiro soube expressar em sua idéia todo o conhecimento que tinha sobre a população de seu país, baseado em seu passado histórico, firmando sempre, desde as origens, nas tradições cristãs do respeito à liberdade e aos direitos humanos, na proibição constitucional das guerras, na busca de solução dos conflitos sem derramamento de sangue, enfim,um país voltado para a paz.
No Brasil, o "Dia Nacional de Ação de Graças" foi instituído por meio da Lei nº 781, de 17 de agosto de 1949, pelo presidente Eurico Gaspar Dutra. O Decreto nº 57.298, de 19 de novembro de 1965, regulamenta as comemorações do "Dia Nacional de Ação de Graças". Finalmente, a Lei nº 5.110, de 22 de setembro de 1966, determina que o"Dia Nacional de Ação de Graças" seja comemorado na 4ª quinta-feira do mês de novembro, sendo o Ministério da Justiça o órgão legalmente incumbido de promover a sua celebração.
Histórico
A Comissão do Dia Nacional de Ação de Graças, do Ministério da Justiça, vem cumprindo suas atribuições de fazer a semana preparatória, com as mensagens oficiais e a cerimônia do "Te Deum", com todas as características especificadas no Decreto, cuidando da sua divulgação.
O relato das várias celebrações em todo o território nacional demonstram o interesse dos órgãos públicos e segmentos religiosos em comemorar o dia, bem como o envolvimento das autoridades eclesiásticas de vários pontos do país, em participar e apoiar o evento.
Um histórico de abrangência mundial registra como o mais longínquo "Te Deum" o que fez Cristóvão Colombo, em 1492, quando chegou à América, agradecendo a Deus pela descoberta.
Registra-se também que Cabral, quando chegou ao Brasil em 1500, rezou uma missa de agradecimento nas praias da Bahia.
Nos EUA, em 1612, os Peregrinos iniciaram a comemoração como "Dia de Ação de Graças" que evoluiu sempre mais,pois em 1789, o Presidente George Washington oficializava a comemoração.
Em 1863, o Presidente Lincoln determinava sua realização para a última quinta-feira do mês, sendo que estabelecia, também ele, que era esse dia feriado nacional.
O dia continuou a ser sempre comemorado, e em 1939 o Presidente Franklin D. Roosevelt proclamou essa comemoração para a quarta quinta-feira do mês, sendo essa data oficializada no Congresso Americano em 1941.
Para os estadunidenses as comemorações religiosas são acompanhadas de jantar de confraternização, com o tradicional peru e a torta de abóbora, que se tornaram símbolo desse dia.

domingo, 13 de novembro de 2011

GALHOS SECOS




Mas pela graça de Deus sou o que sou; e a sua graça para comigo não foi vã, 1 Co15:10


Em 1970, surge no Brasil a primeira banda de rock evangélico, a Banda Êxodos. Ao som de guitarras, bateria, baixo e teclado, um grupo de adolescentes batistas canta um estilo de música não tradicional, "rock" provocando polêmica e vindo a ser até matéria de reportagem da revista VEJA na época.
(Revista Veja nº428 de 17 de novembro de 1976)

A Maneira extravagante de se vestir, cabelos compridos, ritmos de rock, pop, blues e country, letras de protesto contra emoções passageiras como drogas e o amor livre, e um novo modo de se relacionar com Deus, foi contagiante.
A Êxodos atraiu muita gente, na maioria jovens e adolescentes não evangélicos que através do louvor encontravam a verdadeira paz em Jesus Cristo.
Algo sobrenatural acontecendo justamente numa década de censura, repressão, ditadura, rebeldia e protestos impulsionados pelo movimento hippie que tinha como clichê "sexo, drogas e rock'n roll", e de Igrejas com preconceitos por ritmos diferentes dos tradicionais hinos importados de padrões ingleses e americanos. Em meio às adversidades de uma época em que os cânticos entoados pela mocidade eram "taxados" de corinhos, os integrantes do Êxodos foram usados por Deus, tocando e cantando, sob a unção do Espírito Santo, em igrejas de diversas denominações, praças públicas, encontros ecumênicos  acampamentos e festivais de música, para a glória de Deus e edificação de pessoas, um novo cântico, uma nova maneira de adoração, não apenas de palavras, mas de mudança de vida e libertação.
Os integrantes da Banda não cantaram apenas para entreter pessoas, não se preocuparam em obter lucros materiais no comércio de discos, mas sim praticar a verdadeira adoração. Muitos jovens prisioneiros do pecado, escravos do vício, foram libertos, vidas foram transformadas por Deus, flores brotaram em galhos secos, e isto sim levou os integrantes na época para apresentações e entrevistas em programas de rádio, televisão e revistas.
Devido a preconceitos contra o estilo de música não tradicional em templos evangélicos e pressões por parte de líderes e membros de igrejas contrários a adoração com instrumentos tais como guitarras e bateria, os Êxodos foram compelidos à retirada por um discreto convite e encerrar as atividades da banda em 1977. Hoje pela Graça de Deus, é possível ouvir algumas das canções que foram compostas e tocadas pela Banda Êxodos de 1970 à 1977, agora em CD, entre elas a conhecida Galhos Secos.









quinta-feira, 10 de novembro de 2011

ALELUIA!

Alegra-nos pelos dias em que nos afligiste, e pelos anos em que vimos o mal. Sl 90.15


Dar graças é muito mais que um gesto mecânico ou um muito obrigado, dar graças é ter um coração contrito, é reconhecer que DEUS age como lhe aprove pelo bem de toda a humanidade e mal nenhum me é insuportável, antes é sempre para o aumento da minha resistência e do meu vigor.
Neste entendimento, podemos sempre recitar o texto de Filipenses 4.12 e 11 Sei estar abatido, e sei também ter abundância; emtoda a maneira, e em todas as coisas estou instruído, tanto a ter fartura, como a ter fome; tanto a ter abundância, como a padecer necessidade porque já aprendi a contentar-me com o que tenho.
Contentar-se é estar contente, satisfeito, feliz. Eu te pergunto, você está feliz com o que você tem?
Quer na sua vida financeira, quer na sua saúde?
Quer no seu trabalho, quer na sua Igreja?
Quer na sua família, quer no seu círculo de amizades?
Você está satisfeito com sua conta bancária e com seus bens?
Que você se alegre em todas as circunstancia de forma verdadeira e que o seu mundo se conforme, isto é, tome a forma, deste novo homem e desta nova mulher, que é satisfeito/a, feliz e contente!










quinta-feira, 3 de novembro de 2011

GRAÇAS A DEUS!

Bom é louvar ao SENHOR, e cantar louvores ao teu nome, ó Altíssimo. Sl 92.1




Iniciando a preparação para o Dia de Ações de Graças te convido a pensar.
Como é bom reder graças a DEUS por tudo que ELE é por nós, para nós e em nós!
Como é raro ao homem, como eu, dar a ELE graças como LHE é digno!
Você já agradeceu pelo dia de hoje? Pela saúde que tens, ou pela que te falta?
Pelo pão que o teu trabalho lhe permite à mesa, ou pela fome que te lembra dele?
O sol que queima a tua face?
O vento que embaralha o teu cabelo?
A chuva que refresca tua pele?
O oxigênio que revigora teus pulmões?^
Fostes grato pelo que é essencial e pelo que lhe parece trivial?
Pelo canto dos pássaros?
Pela semente de capim?
Pelo agricultor no campo?
Pelo perfume do jasmim?
Pelo Bombeiro?
Pelo Policial?
Pelo Médico?
Pelo faxineiro?
Pelo Professor?
Fostes grato por teus filhos e por teus pais?
Pela luz intensa e pela falta dela vez por outra?
Pelo tudo que tens, já agradeceu hoje?
Pelo que queres ter, já agradeceu hoje?
Lembre que a fé é uma certeza a respeito do que não se vê. (Hb 11.1)
Agora vc pode dizer:
SENHOR, MUITO OBRIGADO, POIS TUDO ESTÀ NO SEU LUGAR!