domingo, 15 de janeiro de 2012

PERDÃO SENHOR!





E, vendo ele a fé deles, disse-lhe: Homem, os teus pecados te são perdoados. Lc 5.20


Não obstante saibamos que a oração é o elemento cultico que aproxima o cristão de Deus, sabemos também que Ele não acolhe nossas orações de qualquer maneira e Ele mesmo estabeleceu as normas para uma oração que Lhe seja aceitável quando nos deu a Oração do Pai Nosso. E eu gostaria de colocar para você alguns destes impedimentos e, sendo bastante presunçoso, levar-te a refletir sobre estes aspectos.
Poxa Helielcio assim o Blog tá ficando chato!
Para você que pensou assim preciso te dizer que essa é a direção que tenho recebido do Senhor e te peço que me perdoe.
Aliás, começaremos estas considerações exatamente pelo perdão.
A ausência de perdão tem trazido muita doença ao Corpo de Cristo, perpassando aos membros deste corpo a dor e o sofrimento que Ele levou sobre si lá na cruz.
Não perdoar é, antes de tudo, negar a morte sacrificial do Senhor e recusar a porção 'semelhança' que nos foi dada pelo Criador.
Não perdoar é construir uma cadeia sem porta e se trancar dentro.
O não perdoar cria ainda mágoas, ressentimentos, baixo autoestima, depressão e, dizem muitos, até câncer.
Não receber o perdão como negar-se a Graça, é dizer ao Senhor:
“- O Teu sácrifício não valeu de nada!”
È tomar um veneno muito forte e desejar que o outro morra
Perdão é uma limpeza dos débitos. É como se você tendo feito uma compra muito grande, ao passar pelo caixa ele te diz, já foi pago!
Perdão é quando você, depois de cometer um crime hediondo, sabendo que vai passa muito tempo atrás das grades, se apresenta ao Juiz e Ele te fala, TUA FÉ TE SALVOU!
Perdão não apaga o mal feito, mas nos libera da culpa.
Perdão troca a nossa cruz, pelo amor.
Perdão nos faz livres!
A desculpa não tem esse poder. Ela cria razões para coisas que nem sempre tem razão.
A desculpa cria justificativas, enquanto o perdão é a justificação!
DEUS te abençoe e faça a tua vida mais feliz!

5 comentários:

Ceiça de Sousa disse...

Muito obrigada por compartilhar essa mensagem hoje.Perdão é uma prática que tenho exercido na minha vida nos últimos anos.Quando perdoarmos obtermos saldo suficiente para que o pai nos perdoe,quando fizermos alguma coisa que mereça o seu perdão.E quando não perdoarmos somos nós que ficamos pressos...na angústia,na depressão e nas memórias sem fim do que fizeram conosco.Eu escolho perdoar.Bjin e Fique na Paz!Ceiç@ de Sous@

Rebecca disse...

Muito recomendável esse post. É verdade que o perdão tira toda a raiz de ódio e amargura implantadas e tem poder balsâmico.Amei muito super interessante.

josenilda santos disse...

Falar de perdão é tão fácil e complexo quanto falar de Amor.
Na teoria fica tudo ainda mais fácil, mas no momento da prática nem sempre somos ou fazemos aquilo que tanto propagamos,como disse o apóstolo Paulo: " O bem que quero fazer este não faço, mas o mal este estar em mim fazer". Como pessoas complicadas que somos nós seres humanos. Estas duas virtudes em momentos propícios as vezes parece nos faltar, por várias razões. No entanto ambos bem juntas devemos lutar com todas as forças para por em prática, são exercícios que jamais devemos abandonar, ainda que exija de nós renúncias de muitas das nossas vontades, contudo para termos condições de amenizar as agruras deste viver nosso de cada dia. Exige tomadas de decisões entre ser e não ser, entre fazer ou deixar de fazer os exercícios importantes da vida: Amar e perdoar, que não podem estar desassociados, do contrário não é Amor e não há perdão.Diz em Gênesis; Quem tocasse em Caim sete vezes seria vingado e em Lamaque setenta vezes sete. Mas na Nova Aliança em Jesus é o perdão que ganha o contorno e a ordenança de acontecer 70X7, reconheçamos que não é fácil mas carecemos aprender no da a dia. Que Deus nos capacite com seu imenso AMOR E PERDÃO.
AÇOS FRATERNAIS A TODOS!

josenilda santos disse...

Falar de perdão é tão fácil e complexo quanto falar de Amor.
Na teoria fica tudo ainda mais fácil, mas no momento da prática nem sempre somos ou fazemos aquilo que tanto propagamos,como disse o apóstolo Paulo: " O bem que quero fazer este não faço, mas o mal este estar em mim fazer". Como pessoas complicadas que somos nós seres humanos. Estas duas virtudes em momentos propícios as vezes parece nos faltar, por várias razões. No entanto ambos bem juntas devemos lutar com todas as forças para por em prática, são exercícios que jamais devemos abandonar, ainda que exija de nós renúncias de muitas das nossas vontades, contudo para termos condições de amenizar as agruras deste viver nosso de cada dia. Exige tomadas de decisões entre ser e não ser, entre fazer ou deixar de fazer os exercícios importantes da vida: Amar e perdoar, que não podem estar desassociados, do contrário não é Amor e não há perdão.Diz em Gênesis; Quem tocasse em Caim sete vezes seria vingado e em Lamaque setenta vezes sete. Mas na Nova Aliança em Jesus é o perdão que ganha o contorno e a ordenança de acontecer 70X7, reconheçamos que não é fácil mas carecemos aprender no da a dia. Que Deus nos capacite com seu imenso AMOR E PERDÃO.
AÇOS FRATERNAIS A TODOS!

josenilda santos disse...

Falar de perdão é tão fácil e complexo quanto falar de Amor.
Na teoria fica tudo ainda mais fácil, mas no momento da prática nem sempre somos ou fazemos aquilo que tanto propagamos,como disse o apóstolo Paulo: " O bem que quero fazer este não faço, mas o mal este estar em mim fazer". Como pessoas complicadas que somos nós seres humanos. Estas duas virtudes em momentos propícios as vezes parece nos faltar, por várias razões. No entanto ambos bem juntas devemos lutar com todas as forças para por em prática, são exercícios que jamais devemos abandonar, ainda que exija de nós renúncias de muitas das nossas vontades, contudo para termos condições de amenizar as agruras deste viver nosso de cada dia. Exige tomadas de decisões entre ser e não ser, entre fazer ou deixar de fazer os exercícios importantes da vida: Amar e perdoar, que não podem estar desassociados, do contrário não é Amor e não há perdão.Diz em Gênesis; Quem tocasse em Caim sete vezes seria vingado e em Lamaque setenta vezes sete. Mas na Nova Aliança em Jesus é o perdão que ganha o contorno e a ordenança de acontecer 70X7, reconheçamos que não é fácil mas carecemos aprender no da a dia. Que Deus nos capacite com seu imenso AMOR E PERDÃO.
AÇOS FRATERNAIS A TODOS!